Tecendo futuros, matando uma culpa por dia

“O dia de amanhã, página em branco. Cadê o rascunho, que vôou de repente? Segunda feira, capitulo por vir, e o que escrever minha gente? Uma semana de escolhas, onde o passo para trás não está descartado. E pode proporcionar todo um mês de novos rumos e caminhos.   Assim como com o aroma de uma nova estação … Continue lendo Tecendo futuros, matando uma culpa por dia